Dicas

Exercício físico: aliado precioso no combate às doenças cardiovasculares e ao estresse. Hoje o exercício físico é considerado um grande aliado do homem, pois, além dos inúmeros benefícios, a prática constante de exercícios possibilita o aumento em seu desempenho físico e mental, estimula o raciocínio, reduz a ansiedade e o estresse, além de sociabilizar.
Exercícios simples, feitos regularmente e com orientação profissional, como andar de bicicleta ou caminhar, melhoram a eficiência do coração, pulmões e o sistema circulatório, permitindo que o corpo transporte mais oxigênio, proporcionando maior resistência ao organismo. Além disso, essas atividades possibilitam a diminuição da pressão sangüínea, melhora a qualidade do sono e ajudam no controle de colesterol e na perda de peso, eliminando o excesso de gordura no corpo.
Mas por que é importante fazer exercícios? Inúmeros estudos confirmaram que o sedentarismo está relacionado a 35% das mortes por problemas cardiovasculares, 32% por câncer de colo do útero (mulheres) e 35% das mortes por diabetes, entre diversas outras doenças hipocinéticas.

Abaixo relacionamos alguns passos para iniciar a prática de exercícios físicos:

  • Antes de começar qualquer atividade física, procure um profissional de Educação Física para uma boa avaliação física.
  • Homens acima de 40 anos, mulheres acima de 50 ou pessoas que apresentem algum fator de risco precisam de um cuidado especial.
  • Comece devagar: cada um deve respeitar os limites impostos pelo seu organismo.
  • Nunca exagere nos primeiros dias de treinamento, isso poderá causar dores musculares, além de desmotivar a prática regular dos exercícios. Estabeleça objetivos alcançáveis segundo sua capacidade e evolução.
  • Se você está acima do peso ideal e/ou sedentário, alie musculação aos exercícios aeróbicos (caminhadas, por exemplo). Essa combinação é mais eficiente, tanto para perda de peso como para o condicionamento cardiorrespiratório.
  • Hipertensos devem fazer exercícios aeróbicos moderados e com recomendação médica. Não descuidar da freqüência cardíaca, pois, com ela sob controle, o indivíduo poderá realizar as atividades com maior segurança.

Dicas para praticar exercícios com segurança e eficiência:

  • Evite fazer o mesmo treino durante muito tempo, pois o organismo acostuma e não se sente mais “desafiado”.
  • Faça avaliações periódicas, analise o resultado e após isso altere sua rotina de treinos.
  • Evite treinar excessivamente. Praticar exercícios intensos diariamente traz efeitos negativos à saúde, como a distensão muscular e a perda de tecido magro. É importante respeitar a sua capacidade.
  • Interrupções freqüentes diminuem os benefícios de qualquer programa de exercícios. Uma rotina de "começa-e-para" não só é ineficaz, como também aumenta o risco de lesões.
  • Mantenha-se ativo até mesmo nos períodos de férias.
  • Praticar atividade física com dor não é uma boa idéia. Se durante o exercício você sente um desconforto que (1) dura mais que 2 a 3 semanas, (2) progressivamente fica pior, (3) interfere com sua rotina diária e/ou (4) não é familiar e aparece subitamente, interrompa o programa de treinamento e procure orientação com seu professor.
  • Beba água na vontade, antes, durante e após seu treino. Leve uma garrafinha d’agua para academia.
  • Não se exercite em jejum.
  • Qualquer desconforto nos exercícios físicos avise seu professor. Existem diversas formas de adaptar seu treino para que ele seja seguro, eficiente e principalmente prazeroso.



Fonte: www.mapfrevida.com.br